Publicado em POESIA

Breve noite

Foto por Enrico Perini em Pexels.com
 Numa breve noite, 
 a escuridão domina os meus sentimentos
 que estão nos ares do vento.
 E o amor, que se transforma
 num amontoado pó de sofrimento.
  
 Passeio
 Vagueio
 Farejo
 O breu que esconde
 o meu lampejo.
  
 A escuridão persiste
 Meu andar consiste
 em sentir
 que algo resiste
 em me aturdir. 

JRM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s