Publicado em POESIA

O sossego passageiro

Foto por JESSICA TICOZZELLI em Pexels.com
 O sossego transpassa
Num ar que se solta
Na grama que enverdeja
E o pensamento que se revolta
 
Sentada e lubrificada
Pelo sol de uma manhã
Que envolva o meu sossego
No marítimo do meu clã
 
O entardecer enfim se levanta
E o sossego canta
Os seus último suspiros
Pois já é hora do meu retiro.
 
O retiro da sobrevivência
O retiro de batalhar
O retiro de enfrentar
A dura e real vivência.

JRM
Publicado em Leituras

Indicação de livro no Kindle Unlimited : Farol das almas.

Olá pessoas que seguem meu blog! Hoje vou indicar um livro que está disponível no Kindle Unlimited da Amazon. O livro se chama Farol das Almas, da escritora Nayara de Castro Chaves.

O livro possui 49 páginas e consiste em 9 contos de terror/horror.  As histórias são curtas e ao mesmo tempo bem aterrorizantes, e gostei de todas elas. Vou colocar o nome dos contos , sua nota que e minha rápida opinião:

  • Amizade eterna : Nota 5/5 – Esse conto se parece muito com o livro O Cemitério do Stephen King, achei bem macabro. Narra a história do Vitor que ganhou um ratinho de estimação.
  • Farol das Almas : Nota 5/5 – Essa história é tipo conjugada com espiritismo, seria conto de terror espírita? Talvez sim.
  • O bilhete: Nota: 4/5 -Esse conto eu achei bem enigmático com final aberto, para possíveis conspirações.
  • O olhar do demônio : Nota: 5/5 Novamente esse conto vai envolver animais, achei bem macabro também. História de uma senhora de 108 anos que cuida de vários gatos. No entanto, a hóspede descobre certas coisas que podem mudar sua vida.
  • O quarto azul: Nota: 5/5 Achei esse conto bem pesado, alerta de gatilho, já que tem suicídio. Mas ele é bem aterrorizante , principalmente o final.
  • O presente: Nota:4/5 Esse conto envolve assuntos sobre macumba. Achei bem forte as cenas, estilo bem horror.
  • Dora: Nota 2/5 – Esse conto achei um pouco enrolado , não curti muito.
  • Amigo imaginário: Nota 5/5 Novamente outro conto que envolve um pouquinho de espiritismo, achei muito legal o desfecho.
  • O cântico da morte: Nota: 5/5 Esse conto envolve também animais, achei bem legal também. O cântico que o corvo canta anunciando a breve morte que estar por chegar.

Enfim, essas  foram minhas impressões sobre esse livro de contos de terror. Quem quer sentir um pouquinho de medo recomendo a leitura. Abraços!

Publicado em Leituras

Resenha: O homem da areia

Livro: O homem da areia

Escritor: E.T.A Hoffmann

Editora: Rocco

País: Alemanha

Páginas: 87

Gênero: Novela/ realismo fantástico

Nota: 5/5

O livro narra a triste história de Natanael, que vai explorar desde os seus medos marcados em sua tenra infância até a loucura que os pequenos momentos irão proporcionar em sua vida adulta.

O livro busca reflexões sobre o medo perpetrado na infância, paranoias , a busca por alguém que compreenda tudo que sentimos sem emitir opiniões/julgamentos e o conflito entre a subjetividade contra a racionalidade, o que é real? O que vejo realmente existe?

A obra é uma novela com apenas 87 páginas. Cômica e ao mesmo tempo trágica. Observação: há certos trechos que podem ser gatilhos para certos leitores.

A escrita é simples com ar de romantismo , a leitura se torna fluída como uma nascente a qual o final é despencada num sentimento de riachos trágicos e tristes.

Publicado em POESIA

O alcançar

Foto por Grisha Grishkoff em Pexels.com
Chuvas caem como lágrimas
Que escorrem no suor do trabalhador.
O frio lateja
nos músculos, nos ossos e na carne.
Complementa-se num olhar longínquo
Que vê mas nada vê.
 
A solidão vai perpassando,
numa realidade que ninguém entende.
Somente desejamos
uma felicidade,
Um sorriso,
Um encanto.
Que  logo se evapora
em uma poça
após uma longa labuta
de uma tempestade
Que se perde no recanto.

JRM
Publicado em Leituras

6 Motivos para ler A vida do livreiro A.J. Fikry

1: O livro tem apenas 186 páginas que apresenta uma estória muito bem construída, escrita simples  e com ótimos personagens cativantes. Ou seja, se você está de ressaca literária recomendo a leitura;

2: A estória fala sobre perdas, o recomeçar e da importância do amor e da amizade;

3: É um livro que fala sobre livros, a qual os personagens tem seus gostos literários, comentam e citam vários escritores . Isso é bem legal pois eles fazem referências e faz com que a gente fique curioso e ao mesmo tempo se identifica com os comentários ou até mesmo dá risadas quando o personagem faz algum comentário de escritor que conhecemos;

4: O livro envolve desde comédia, amor até drama;

5: Cada capítulo o personagem escreve trechos de contos com referências de escritores(as) clássicos. Isso é legal para gente aumentar a nossa lista de leituras;

6: O livro está com a nota 4.1 no Skoob e o seu preço fica na média de 20 reais na Amazon.

Publicado em Leituras

Resenha: Admirável mundo novo

Resenha: Admirável mundo novo

Escritor: Aldous Huxley

Páginas: 306

Ano de Publicação: 1932

País: Inglaterra

Editora: Biblioteca Azul

Gênero: Distopia

Nota: 5/5

A obra narra sobre uma suposta sociedade que tem como base o Estado científico cujo slogan é “Comunidade, identidade e estabilidade”. O ano que se passa é de um futuro 632 (depois de Ford),e lá a comunidade de fato não tem diferenças, diversidades, sentimentos e muito menos escolhas. Nascidos em proveta, não há a figura da mãe e pai, já que para eles isso seria contra os princípios.

Além das pessoas serem fabricadas, são também predestinadas aos seus destinos antes mesmo de nascer, ou seja, são criados castas com traços distintos já pré-estabelecidos e manipulados justamente para pessoa atuar satisfatoriamente o seu lugar já definido.

Voltando ao slogan, comunidade porque já é fabricada com os objetivos já estabelecidos, identidade porque cada um recebe a identidade já traçado na engenharia genética, e por fim, estabilidade, já que ninguém pensa , critica ou vê a sociedade de outra forma, justamente porque a questão cultural é totalmente censurada. No entanto, surge o personagem chamado “selvagem” que será um grande contraste para essa sociedade.

Ao ler esse livro, fiquei muita curiosa porque gosto de pensar em uma sociedade que seja o contrário de uma utopia, algo que deveria ter dado certo mas foi um desastre. Justamente porque por trás desses princípios há toda uma ideologia que é defendida e quando é posto na prática percebe-se que a sociedade se transforma justamente num lugar totalitário.

Fico assustada quando vejo similaridades dessa obra com a sociedade atual, se for parar para compará-los. E sem dizer que esse livro, publicado em 1932, ainda é discutido e famoso até hoje.

A escrita é bem fluida, bem descritivo e personagens bem construídos. Não é um tipo de livro de suspense que você quer logo saber o final, pois deve ser lido e refletivo em cada trecho.

Recomendo a leitura para você que gosta de pensar nos problemas sociais, na questão da ideologia política e na importancia da construção da autonomia do sujeito.

Agora se você quer ler um livro simplesmente para passar o tempo e nada mais, talvez não seja uma boa hora.

Enfim, quem mais já leu essa obra? O que acharam?

Publicado em Sem categoria

Segunda-feira: Poema escolhido

Poema: Consultório

De: Cecília Meireles

Página: 679

O doente quis ajudar o diagnóstico.
Contou coisas antigas,
íntimas,
minuciosas.

O médico sacudia a cabeça,
um pouco distraído.

O doente voltou a contar.
Pôs uma vírgula que faltava.
Tirou lá de um canto da memória
um pormenor que ficara na sombra.

O médico sacudia a cabeça.
No seu dedo, a esmeralda resplandecia.
Do tamanho de um grão de milho.
E luminosa como um domingo ao ar livre.

O doente acabara  a narrativa.
A confissão.
Era um doente bem intencionado.
Um homem de consciência.

O médico levantou-se e disse:
"Muito bem. Aqui o aparelho é que vai falar a verdade".

E começou a copiar os sinais que a máquina ditava.
A máquina sabia mais que o doente.
A máquina sabia mais que o médico.
A máquina sabia mais que a vida.
A máquina sabia mais que Deus.